terça-feira, novembro 20, 2007

Contágios

Iriam comer, ou deixariam a vossa família comer, num restaurante onde o cozinheiro fosse tuberculoso? Claro que não. Exactamente pelas mesmas razões que não o fariam num restaurante onde o cozinheiro fosse HIV positivo. O resto, mais do que politicamente correcto, é demagogia e inconsciência.

13 Comentários:

Anonymous Patriota said...

Com isso a ASAE não se preocupa...

4:29 da manhã  
Blogger Leocardo said...

Essa é boa. Agora o HIV transmite-se através da colher de pau. Eu não comeria em nenhum restaurante onde o cozinheiro desse uma queca no frango ou no pargo antes de o confecionar, que seria a única forma de transmitir o HIV para a comida. Mas se calhar estou a ser ignorante, pois nem assim passa.

Já sei...vão-me dizer que o cozinheiro pode cortar-se, sangrar e juntar os leucócitos infectados à cabidela. Mas e que tal antes de comerem em qualquer restaurante certificarem-se primeiro se o cozinheiro é diabético, albino, careca, míope, comunista, tem unhas encravadas, maltrata os animais ou palita os dentes com a boca aberta? Era muito mais seguro...

Passar bem

10:17 da manhã  
Anonymous Adão said...

A vitória do preconceito !
Viva a ignorância! Viva!

10:47 da manhã  
Anonymous my said...

Os Tribubais por uma vez agiram bem!

10:58 da manhã  
Anonymous Ricardo Zenner said...

Só que o dito cozinheiro, para além de sidoso, estava tuberculoso. Mesmo que se pense (o facto de não haver prova científica de que o HIV não se transmite senão pelo sangue ou via sexual não garante que não haja contágio de outras formas, já que não se sabe ao certo quais as mutações do HIV) que o homem estaria curado da TB (com sida é pouco provável), a doença torna-o especialmente vulnerável a todo o tipo de infecções, transformando-o num repositório ambulante de bactérias e vírus.

Contudo, o facto que levou o tribunal a considerar lícito o despedimento foi o facto do homem ocultar à entidade patronal o facto de estar tuberculoso e ter sida, quebrando o estipulado no contrato acerca de boa saúde (no caso da restauração, é essencial).

E o Patriota tem toda a razão.

Saudações.

12:00 da tarde  
Anonymous alameda said...

Albinos, carecas, míopes e outros não correm o risco de contaminar a comida, de terem feridas na boca ou de se cortarem com uma faca e sangrarem para os géneros alimentícios que manuseiam em quantidade, horas a fio. Não estamos a brincar, estamos a falar de riscos graves de contágios e da saúde pública. O tribunal decidiu correctamente.

1:56 da tarde  
Anonymous Patriota said...

Os politicamente correctos Leocardo e Adão sabem que o HIV não se transmite pelos alimentos, e eu também. Mas quem tem HIV não morre de HIV, morre de outra doença qualquer. Porquê? Porque o que o HIV faz é diminuir as defesas do corpo, e o portador de HIV acaba por contrair uma outra doença qualquer que o mata.

Situação em Portugal? Portugal é dos países desenvolvidos com mais HIV, e com o pior combate às doenças contagiosas. Por isso doenças como a tuberculose, hepatites, etc, voltaram em força.

Quem está a ser mais atacado pela tuberculose e pelas hepatites? Os portadores de HIV.
O que é que este cozinheiro tinha que os títulos das notícias ocultam? Supresa: tuberculose. A tuberculose é altamente contagiosa? Sim é, e é um problema de saúde pública.
Foi por estas razões que o cozinheiro foi afastado.
Porque é que a comunicação social evita referir os altíssimos números da tuberculose em Portugal? Porque eles são uma vergonha para os políticos democratas, já que essa doença foi completamente erradicada de Portugal com as eficazes políticas de saúde do Estado Novo.

Querem combater eficazmente o HIV? Lutem, por exemplo, para que os preservativos sejam gratuitos em todas as farmácias de Portugal.

5:38 da tarde  
Anonymous mário said...

Muito bem, patriota. E excelente postal do Victor, sem medo do politicamente correcto, do lobby «gay» e seus apoiantes.

7:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

MAIS IMPORTANTE É ESTE

http://dragoscopio.blogspot.com/2007/11/topless.html

8:46 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Mas que merda de país é este, em que é necessária uma sentença de tribunal onde bastava o senso comum mais elementar?

11:34 da tarde  
Anonymous blogcrawler said...

É uma merda de país, infelizmente, caro anónimo das 11:34.

11:50 da tarde  
Blogger dorean paxorales said...

Muito bem ao patriota.
Muito mal ao articulista. Pode não ter medo dos pcs ou lóbis de homossexuais (eu também não) mas deveria consultar um anuário médico antes de ter medo de cozinheiros ou outras criaturas infectadas com HIV.

7:00 da tarde  
Anonymous johnny said...

Pois, pois... antes comer nums tasca manhosa do que num restaurante com um sidoso na cozinha.

12:11 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home