sexta-feira, março 14, 2008

Mansos, fraternos e iguais

Shimon Peres, o presidente da Pequena Democracia do Médio Oriente, disse ontem na abertura do Salão do Livro de Paris, boicotado por vários países árabes devido ao facto de Israel ser o país convidado este ano: "Se eles só boicotassem os livros, mas boicotam também os Dez Mandamentos, incluindo o que diz 'Não Matarás'". Também segundo Peres, ser judeu "é não querer dominar os outros e procurar a fraternidade e a igualdade entre os homens". Que o digam os palestinianos e todos os que habitam o gueto de Gaza, acostumados que estão ao rigoroso respeito pelo Sétimo Mandamento, às muitas manifestações de mansidão e às incessantes demonstrações de fraternidade e igualdade por parte da Pequena Democracia do Médio Oriente.

2 Comentários:

Anonymous Élio Capitolino said...

A propósito de fraternidade e igualdade, aqui fica este breve apontamento:

Le gaz de Christine

Imagine-se qual não seria a reacção dos vigilantes anti-racistas a um discurso público similar por parte de um ariano em relação aos judeus...

8:36 da tarde  
Anonymous anti-sionista 2 said...

Sim senhor, um vídeo muito esclarecedor sobre o racismo sionista.

10:43 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home