terça-feira, junho 03, 2008

Tudo maluco (2)

Na entrevista à SIC Notícias abaixo citada, Miguel Urbano Rodrigues acaba de revelar que, além de sabão e adubo, os SS também faziam "margarina com gordura humana" (entra a música do Twilight Zone).

6 Comentários:

Anonymous Ratatouille said...

Também ouvi e confesso que me fartei de rir, já que chorar não vale a pena.

Já se sabia -- desde que o insuspeito Simon Wiesenthal o revelou -- que os alemães e as alemãs adoravam ensaboar-se com sabonete «Puro Judeu» (dizia ele que havia uma marca com esse nome e tudo).

Ficámos agora a saber pelo inimitável Miguel Urbano Rodrigues que também adoravam barrar o pãozinho com margarina humana: é o que se chama a extensão do velho e canibalístico «libelo de sangue» anti-judeu aos alemães.

Claro que se a sugestão fosse a de que os judeus fabricavam matzo com sangue cristão, seria um escândalo de todo o tamanho e daria, no mínimo, direito a um mandato de captura através da Europol. Mas como é uma nação europeia a ser acusada de canibalismo, ninguém estranha, nem a senhora jornalista se espanta minimamente...

12:21 da manhã  
Anonymous Facho-gourmet said...

Exactamente, caro Ratatouille. Agora só falta alguém dizer que os SS não se esqueceram da sobremesa, e também fabricavam deliciosa gelatina humana, para comer depois do pãozinho barrado com margarina feita a partir de gordura do tio Cohen, ou da tia Raquel. Miam!

12:26 da manhã  
Anonymous Ricardo Zenner said...

Margarina feita de gordura de reptiliano alimentado a Kosher deveria ser um horror!

Estes imbecis nem sequer se apercebem que as SS recusavam transfusões de sangue judeu, para não conspurcar a raça! Mesmo que tivessem de morrer por causa disso.

E o trabalho que dava a separar a gordura dos judeus? A microscópio, a não ser que as fotos dos prisioneiros sejam forjadas, e eles estivessem gordos e anafados!

E também não casa com a teoria mirabolante das «câmaras de gás» onde alegadamente os matavam com Zyklon B. Ora o Zyklon B era um composto cianídrico, que deixava uma dose considerável de cianeto de potássio no corpo da vítima. Fabricar margarina com a gordura (?) desses desgraçados e dá-la às SS era o mesmo que as envenenar.

A sanha desta judiaria entra na imbecilidade completa!

3:22 da tarde  
Blogger Leocardo said...

Epá deixaram a jaula aberta. Sairam os nazis todos.

12:32 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Leocardo, escapaste ao insecticida?

Gimbras

9:29 da manhã  
Anonymous Ricardo Zenner said...

Se me chamassem democrata ou europeísta ou globalista é que me ofendia...

Chamarem-me nazi, no ponto em que as coisas estão, começa a ser uma honra.

Pelos vistos, a queda da Alemanha foi o fim da verdadeira civilização europeia, e o seu avassalamento pelos bárbaros do globalismo estupidificante e judeízado.

10:35 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home