quinta-feira, novembro 08, 2007

A Itália reage

Na sequência do brutal assassínio de uma mulher em Roma por um imigrante ilegal romeno, a Itália começou a deportar clandestinos vindos da Roménia que se aglomeram em bairros da lata improvisados em várias cidades. As expulsões não estão confinadas a Roma, havendo também notícia da destruição de aglomerados semelhantes e da expulsão de ilegais romenos em Florença, Génova, Turim, Bolonha e Milão. O governo italiano aprovou legislação de emergência que permite a deportação expedita de imigrantes com cadastro. O primeiro-ministro italiano, o socialista Romano Prodi, sublinhou a necessidade e a pertinência de tais medidas. Entretanto, a opinião pública italiana ficou siderada quando o chefe da polícia romena, Georghe Popa, declarou a um jornal: "Desde que a Roménia entrou na União Europeia, os roubos, a violência e os roubos por esticão diminuíram 26 por cento". Ou seja, a absurda abertura da UE a Leste parece ter tido como principal consequência a "exportação" do crime para Ocidente. Grande parte dos media europeus têm feito o seu melhor para ignorar ou minimizar as deportações dos ilegais romenos em Itália, talvez pelo facto de Prodi ser um homem de esquerda. Se Silvio Berlusconi ainda estivesse no poder e estas medidas tivessem sido tomadas sob a sua tutela, os uivos de protesto e as acusações de "racismo" e de "xenofobia" ter-se-iam ouvido nos Urais, e a cobertura mediática teria sido bem diferente. Mas o verdadeiro teste será quando, além dos romenos, dos ciganos e outros indesejáveis de Leste, começarem também a ser apanhados por esta nova legislação os imigrantes ilegais africanos envolvidos no crime organizado, envolvendo a falsificação de documentos, o tráfico de droga ou os roubos e a violência de gangs. E em Portugal, será que só se vai começar a reagir como em Itália quando for tarde demais? Ou mesmo nunca?

15 Comentários:

Anonymous Patriota said...

É verdade, isto é o bilderberger socialista Prodi. Fosse o bilderberger Berlusconi a ter esta atitude e seria prontamente acusado de "porco nazi", havendo já por toda a Europa manifestações massivas contra o "racismo" e a "xenofobia" dos "neo-fascistas italianos".

Mas o Victor pergunta como será em Portugal? Portugal irá receber todos os criminosos que estão a ser expulsos dos outros países, dar-lhes vários subsídios "sociais" e oferecer-lhes habitação num qualquer bairro longe dos luxuosos condomínios fechados onde vive a classe política. Se alguém criticar estas medidas, eles receberão imediatamente uma visita do Cavaco na qual este lhes pedirá imensas desculpas e dirá que é "o presidente de todos os imigrantes". E ai do português que se atrever a denunciar crimes praticados pelos imigrantes ou ilegais: será logo enxovalhado como "fascista" ou mesmo condenado pelo crime de "racismo".

3:58 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Viva a Itália!

1:53 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

¡Qué los manden a España!

3:56 da tarde  
Anonymous pvnam said...

«...E ai do português que se atrever a denunciar crimes praticados pelos imigrantes ou ilegais: será logo enxovalhado como "fascista" ou mesmo condenado pelo crime de "racismo"...»


---> Os mais distraídos que abram os olhos:
-1- a Inquisição Mestiça não é histérica...
-2- a Inquisição Mestiça é, isso sim, altamente mafiosa: procura aumentar, cada vez mais, a sua força repressiva...


---» Há que olhar para o futuro!
---» Os Identitários europeus poderão ter futuro no planeta, mas (antes que seja tarde demais) isso só será possível através do SEPARATISMO.
{ ver um exemplo aqui }
[http://separatismo--50--50.blogspot.com/]

11:39 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Ah ganda pvnam, nunca falha uma!

2:36 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Força pvnam, estamos contigo.

O ultimo dos arianos

3:25 da tarde  
Blogger Vítor Ramalho said...

Portugal já acordou a corja que nos governa é que não quer que se saiba.
Vejam a discussão que vai neste insuspeito fórum : http://forum.autohoje.com/showthread.php?t=42447

4:12 da tarde  
Anonymous my said...

A Itália portou-se bem.

4:18 da tarde  
Blogger Leocardo said...

Então a menina italiana foi morta (que desperdício) por um imigrante ilegal e começam-se a deportar os outros imigrantes ilegais porque um deles era um assassino? Então por uma questão de coerência toca a prender todos os italianos da próxima vez que o assassino seja italiano.

3:11 da manhã  
Anonymous Carlos Jorge said...

Com os criminosos caseiros podem os italianos. Mas agora ainda temos que estar a levar com os criminosos dos outros? Isso é que era bom, rua com eles!

12:50 da manhã  
Blogger Leocardo said...

Certo, então toca a mandar todos embora, os criminosos e os outros. Faz sentido, tem lógica. Na Parvalhónia, claro...

3:33 da manhã  
Anonymous mira-carpetes said...

Vai prá Zona J e não melgues mais, ó leocardo!

4:15 da manhã  
Blogger Leocardo said...

Tá calado ó carpetes, ou ainda és expulso da Nova Democracia.

5:06 da tarde  
Anonymous tiro-liro said...

Cá para mim o Leocardo ou é cigano ou tem família na Roménia que anda toda no gamaço em Itália.

8:20 da tarde  
Blogger Leocardo said...

Peço imensa desculpa pelos meus comentários anteriores. Não fazia ideia que leitores como o tiro-liro aqui e a sua família tinham sido abusados sexualmente pela raça cigana, e se calhar até gostaram. Nem fazia ideia que "imigrantes romenos" era o equivalente a "ciganos". É que não me insiro no mono-pensamento que por aqui grassa, e se calhar é este o tipo de público que os responsáveis deste blogue gosta de acolher. Conheço muito bem o estilo: "toca a atacar uma ou duas minorias que já roubou a carteira à malta".

4:37 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home