quinta-feira, maio 15, 2008

Adeus, patrão

George W. Bush viajou até Israel, alegadamente para comemorar os 60 anos da Pequena Democracia do Médio Oriente. Na realidade, foi receber as derradeiras ordens antes de deixar a Casa Branca, e saber o que tem que transmitir ao seu sucessor. Ou seja, foi-se despedir do patrão.

5 Comentários:

Anonymous Anónimo said...

Convem pôr a "PDMO" entre aspas...

10:49 da manhã  
Anonymous tiroliro said...

E o novo pau-mandado de Telavive vai ser o crioulo Obama.

4:51 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Haha, é no anti-semitismo que a esquerda e a extrema-direita se encontram!

4:33 da tarde  
Blogger caodeguarda said...

Acho que se enganaram no patrão... também são semitas mas estão mais aperto do Maghrebe...

6:44 da tarde  
Anonymous J. Telles said...

Hoje, nos media e na cabeça oca do vulgo, criticar Israel é igual a "anti-semitismo". Ao que chegou a lavagem ao cérebro.

11:53 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home