domingo, novembro 25, 2007

A demolição

Vasco Pulido Valente reduziu a pó o banhudo Rio das Flores do petulante e malcriado Tareco Júnior, ao longo de quatro demolidoras páginas do Público de ontem. Só que ao Tareco Júnior sucede exactamente o mesmo que ao José Erva Daninha Nobel, com alguns extras. As massas que emprenham pelos ouvidos e pelos olhos o marketing massacrante da editora, a lisonja crónica dos media e a pinta de Casanova viajado do "autor", mais os leitores de um só livro por ano, as tiaças tontas e as groupies iletradas do "Miguel", compram sem atender a mais nada. Mesmo que não passem da página 14 e o tijolo vá ganhar pó e fazer peso para uma prateleira.

13 Comentários:

Blogger F. Santos said...

Ao menos que não passem da página 14, sempre são menos uns incautos que engolem mais umas "lições" históricas de uma indigência e ignorância (ou má fé) impressionantes (a fazer fé nos excertos que VPV nos traz).

10:19 da manhã  
Anonymous bernardo said...

Caro F.Santos, leiam ou não leiam o livro do MST, esses incautos terão sempre os cérebros lavados pelo "pensamento único" vigente nos jornais, TV, rádio e na mentalidade geral. Infelizmente.

1:58 da tarde  
Blogger F. Santos said...

É um facto, caro Bernardo. "Todos" sabem que a 1ª república era democrática, que a república espanhola idem, que Franco e Salazar eram sanguinários, etc., etc. O MST apenas vende o peixe que tem saída.

3:25 da tarde  
Anonymous zé lisboeta said...

Eu folheei ontem o livro na Fnac Chiado e bastou-me passar os olhos por meia-dúzia de passagens para ver que aquilo é ideologicamente primário e tendencioso, e literariamente nulo. O VPV tem toda a razão.

5:47 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Vem aí uma nova era glaciar. Comprem todos os livros que puderem, sempre irão servir para alguma coisa.
quando ouço falar de koltura só me apetece sacar da pistola

Gimbras

6:30 da tarde  
Anonymous lachmann said...

Não me choca que um bom livro de ficção tenha alguns lapsos históricos não essenciais.

Contudo, quando um canastrão arrogante e serôdio, convertido em escritor "pudim instantâneo", como Sousa Tavares, se arroga petulantemente a uma investigação histórica, como enquadramento do seu novo livro de ficção, os erros históricos assinalados, com os habituais requintes de malvadez, por VPV no Público tornam-se indesculpáveis.

Infelizmente, numa sociedade ávida de vulgatas pronto a pensar, de acordo com os standards dominantes, este romance de cordel confeccionado para pitas do secundário, tias menopausicas e e jornalistas atávicos, será seguramente um sucesso.

2:18 da manhã  
Anonymous laughman said...

Infelizmente, numa sociedade ávida de vulgatas pronto a pensar, de acordo com os standards dominantes, este romance de cordel confeccionado para pitas do secundário, tias menopausicas e e jornalistas atávicos, será seguramente um sucesso.

Impressionante! Um post de lugares comuns a queixar-se do pronto-a-pensar.


aquilo é ideologicamente primário e tendencioso, e literariamente nulo.

Ideologicamente primário quer dizer 'reduz o Salazar à sua mediocridade', certo?

Pois eu vou ler o livro enquanto aguardo a verdadeira literatura produzida por estes cérebros não lavados que por aqui pontuam.
Depois digo qq coisa, ok?

8:21 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Ó laughman,
não compres ssó um, compra muitos, olha que vem aí a era glaciar, e t'á visto que até gostas de Koltura.

Gimbras

11:21 da manhã  
Anonymous laughman said...

Gimbras, estás amedrontado? A era glaciar vai ser óptima para congelar as cabeças mais deslavadas. Vais ver que à saída do degelo ficas como novo. Tem fé, homem, deus (às vezes) não dorme.

Também puxas da pistola? Vai treinando, Salamanca está ali à vista.

1:32 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"A era glaciar vai ser óptima para congelar as cabeças mais deslavadas"

Precisamente. Era a isso que me referia.
E nem precisavas de escrever mais nada pois já desconfiava que o "teu deus" se escrevia com minúsculas.

sempre
Gimbras

2:54 da tarde  
Anonymous laughman said...

Estás ver mal. As deslavadas são as outras.

esses incautos terão sempre os cérebros lavados pelo "pensamento único" vigente nos jornais


Sim, o meu deus é com minúscula. Alguma coisinha a obstar?

3:18 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

laughman,
És um amor, um fofo

Abraço apertado junto à fogueira da Koltura.

Sempre
Gimbras

2:55 da tarde  
Anonymous laughman said...

Vais comemorar o 10 de Maio ou o 'Fahrenheit 451' causou-te brain damage irreversível?

Em qq dos casos, cuidado com os kolts...

10:32 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home