segunda-feira, junho 23, 2008

"Jovens" na praia

Repararam bem naqueles dois grupos rivais de "jovens" que se envolveram em confrontos este fim-de-semana, na praia de Oeiras? Imaginam o sururu que se teria levantado nos media, as sirenes de alarme "anti-racistas" que teriam logo tocado, se fossem "militantes de extrema-direita"?

7 Comentários:

Anonymous patriota said...

Caro Victor, "passou-lhe ao lado" o diálogo entre o Nonas e o Jansenista a propósito de Degrelle?
Olhe que vale a pena.
O Nortenho "deu-lhe" forte!...

9:12 da tarde  
Anonymous Victor said...

Não passou, não senhor, já li, obrigado.

9:30 da tarde  
Blogger Motim said...

Tenham calma, nada aconteceu. Não houve quaisquer confrontos, não houve polícias feridos. Aliás, essa praia nem sequer existe.

11:04 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Viram bem o «bronze» dos «jovens»? Aquilo são dias e dias ao sol...

12:48 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Então, que é isso? Aqueles jovens, tal como o Marcelino da Mata, são «tão portugueses como nós».

4:58 da tarde  
Anonymous bb said...

O Marcelino da Mata não é um arruaceiro e é português por mérito próprio. Essa escória da praia devia era ser deportada.

8:09 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Ó Celso, não envenenes. Confundir um senhor preto português com a escória, é daltonismo psiquico.

10:21 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home