sexta-feira, julho 04, 2008

Libertados

Ingrid Betancourt revê os filhos após seis anos de cativeiro

Leio a notícia da operação de libertação de Ingrid Betancourt, a mais famosa dos 15 reféns resgatados pelo Exército Nacional Colombiano, entre os quais se incluía o luso-descendente Marc Gonsalves. Por momentos, parece que voltei aos romances da Guerra Fria da minha adolescência; o relato dá-nos conta de uma operação exemplar, onde nem uma gota de sangue foi derramada. É claro que o apoio americano, entre outros, contribuiu para este sucesso, mas a verdade é que é possível às autoridades afirmar que esta foi uma acção "100% colombiana".

Para além da satisfação óbvia pela libertação de reféns, está a derrota exemplar de um grupo terrorista que vive à custa de narco-traficantes e utiliza o rapto como forma de "luta política" (seria melhor dizer de subsistência). Dá-me real gozo ver o desabar das FARC (será por acaso que por acaso que rima com NARC?), organização sinistra, tanto do agrado dos comunistas europeus e convidados da festa do avante. Gosto de ver a demonstração de que situações destas não se resolvem com o diálogo, como quer a Esquerda, ou com apelos de semelhantes, como Chávez, mas pelo recurso às forças da ordem. Também dá que pensar as t-shirts com a imagem do Che Guevara usadas pelos infiltrados que levaram a cabo esta missão, tão em voga nos meios politicamente correctos do nosso continente. Para reflectir...

5 Comentários:

Anonymous Speedy Gonzalez said...

Pois... Só que começa a constar que a «operação exemplar» não foi mais afinal do que um encaixe de capital fresquinho por parte da narco-esquerda comunista.

E o filme divulgado pela narco-direita militarista não parece mostrar outra coisa...

O narco-centro moderado aguarda esclarecimentos. Ou, mais provavelmente, o rápido esquecimento da encenação...

6:25 da tarde  
Anonymous tiro-liro said...

Isso é mentira. E se fosse verdade, até tinha piada, o impoluto líder revolucionário das Farc encaixar ali uns milhões de dólares que lhe reduzem a pó as tão firmes convicções ideológicas.

1:18 da manhã  
Blogger caodeguarda said...

gostei particularmente dos ressabiados do PCP, quer no parlamento, quer no seu site, quer naquela coisa abjecta que é o resistir...

11:23 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

E que tal enfiar agora um "charuto" explosivo teleguiado no palácio do Chávez?

8:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

só faltou mencionar o contributo israelita para a libertação... mas como bons anti-semitas empedernidos ainda devem estar a digerir essa informação. Azar...

11:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home